Glossário

A

Alergénio

Uma substância que é estranha para o organismo e que pode provocar ou “desencadear” uma reação alérgica em algumas pessoas. O pólen, o epitélio dos animais de estimação e o bolor são exemplos de alergénios comuns.

Alergia

Uma reação do sistema imunitário — o sistema de defesa do organismo contra invasores, nomeadamente agentes patogénicos — contra substâncias habitualmente inofensivas. As pessoas com tendência para desenvolver alergias designam-se como alérgicas ou atópicas.

B

Bolor

Uma grande família de fungos microscópicos que se encontram em matérias orgânicas vegetais ou animais. A maioria dos bolores produz esporos que podem ser transportados pelo ar, pela água ou por insetos e que muitas vezes causam alergias.

D

Descongestionante

Agente que alivia a congestão nasal (das membranas mucosas).

F

Febre dos fenos

Alergia a partículas transportadas pelo ar, que pode ocorrer dentro e fora de casa, e que se caracteriza por comichão nos olhos, nariz a pingar, congestão nasal, espirros, garganta irritada e produção excessiva de secreções.

H

HEPA

Filtro de partículas de alta eficiência (filtro HEPA). Este tipo de filtro remove as partículas do ar, forçando a passagem do ar através de painéis com poros microscópicos.

Histamina

Substância química que constitui a principal defesa do organismo contra as reações alérgicas. A histamina dilata os vasos sanguíneos e torna as paredes dos vasos porosas.

M

Microscópico

Qualquer coisa tão pequena que não pode ser vista sem recurso a um microscópio.

N

Nasal

Relativo ao nariz, deriva da palavra em latim “nasus”, que significa nariz ou focinho.

Níveis de pólen (de fungos)

Medição da quantidade de alergénios no ar. Os níveis apresentados são geralmente de esporos de fungos e pólenes de árvores, gramíneas e ervas, calculados como grãos por metro cúbico de ar, e esses valores são depois classificados nos seguintes níveis: ausentes, baixos, médios ou altos.

P

Pólen

Partículas proteicas pequenas, leves e secas provenientes de árvores, gramíneas, flores e ervas e que podem ser espalhadas pelo vento. Os grãos de pólen são normalmente células sexuais masculinas de uma planta e são mais pequenos do que a cabeça de um alfinete. O pólen estimula respostas alérgicas quando se fixa nas membranas mucosas que revestem o nariz e outras partes do trato respiratório, provocando irritação e reações com libertação de histamina.

R

Reação alérgica

Resposta de hipersensibilidade do sistema imunitário de uma pessoa alérgica a uma substância ou alergénio.

Rinite

Irritação do nariz. Deriva da palavra grega rhinos, que significa “do nariz”.

Rinite alérgica

Termo médico para a febre dos fenos, um problema de saúde causado por uma alergia e que se assemelha a uma constipação crónica. Muitas substâncias podem provocar sintomas alérgicos que incluem secreções límpidas, nariz a pingar, espirros, olhos lacrimejantes, vermelhos e com comichão, comichão no nariz ou congestão nasal. Pode também ocorrer corrimento nasal para a garganta (rinorreia posterior).

S

Sistema imunitário

O sistema de defesa do organismo que nos protege contra infeções e substâncias estranhas.